Saturday, December 25, 2010

Sunday, December 19, 2010

Sem Tempo Para Dormir

Hora H.

Com as No Angels, Monrose e Queensberry fora de cena, surge a mais recente girlband germânica made-in-Popstars.

Chamam-se LaViVe e - muito sinceramente - parecem um grupo de rejeitadas, quando compadas com as formações anteriores.

Afinal, nem tudo é perfeito...

No Time For Sleeping é o single de estreia, cujo vídeo faz publicidade à conhecida marca de relógios Swatch. Clica em cima para ver.

Sunday, December 12, 2010

The Monster Ball

Já passava das 6h00, quando cheguei ao Oriente. Uma bicha de bichas aguardava que as portas do Pavilhão Atlântico se abrissem. Felizmente, o meu lugar estava reservado, algures entre A, B e S.

Desde laços a latas de Coca-cola no cabelo, havia de tudo. As portas do Pavilhão abriram e, como rios, as filas de fãs correram no sentido do Atlântico, formando nele um mar de gente. Melhor dizendo, transformaram o Pavilhão num verdadeiro oceano.

Que bafo! O concerto estava marcado para as 8h30 mas muito antes disso, já o espaço estava lotado. Entretanto, uma deejay-qualquer-que-ninguém-conhece veio - tentar - animar a multidão. Em minutos, a maluqueira da mulher virou monotonia. Matem-na. Queremos GaGa!

À hora marcada, os Semi Precious Weapon sobem ao palco. Em saltos-altos dourados, o vocalista Justin Tranter anuncia Nós somos os Semi Precious Weapons, de Nova Fucking Iorque, e a nossa tarefa é deixar-vos todas molhadas e excitadas para a Lady GaGa. Gritos. Gay. Glam rock. Tarefa cumprida.

É já faltava pouco...

Algum tempo e muitos gritos depois, ela chegou. Ao som de Dance in the Dark, vislumbra-se o seu vulto através de uma gigantesca cortina branca. Grito. Gritas. Grita. Gritos e mais gritos. Muitos! É mesmo ela: Lady GaGa. Welcome to the Monster Ball.

O espetáculo é uma espécie de musical pop. E o enredo é este: GaGa quer ir para o Monster Ball, mas perde-se pelo caminho. O automóvel avaria, o metro leva-a para um local assustador, perdido algures em Central Park - com a famosa estátua da Bethesda em chamas lá atrás. Depois de lutar com um o Fame Monster, a Lady consegue finalmente chegar ao seu destino, com os seus pequenhos monstinhos de Portugal.

História adentro, GaGa vai musicando as suas ideias e ideais de igualidade e diferença, como mensagens do género sê quem és e Jesus ama-te.

Ouve-se a inédita Glitter & Grease, enquanto o Chevrolet verde avariado em palco fumega. Logo de seguida, ordem para dançar: Just Dance. GaGa parece desenhar com os dedos no piano instalado no capot do automóvel a música que a touxe ao mundo. O palco enche-se de bailarinos e com eles, a Lady percorre a passadeira que a leva bem para o meio da multidão. A música é Beautiful, Dirty, Rich. Com uma capa vermelha diabólica canta The Fame, antes da cortina cair para o capítulo seguinte, que se inicia com LoveGame, seguida de Boys Boys Boys, dedicada aos seus melhores amigos, os meus gays de Portugal. Entretanto, a pedido de alguém, canta os parabéns. Segue-se Money Honey, servida com fatiota de vinil e sintetizadores a condizer, e a polvorosa Telephone, mesmo sem Honey B.

A sequência mais intimista do concerto é depois apresentada ao piano, com GaGa a surgir enrolada na bandeira portuguesa. Speechless deixou-me sem palavras. You and I, idem. A inédita balada rock que fará parte do seu já muito aguardo novo álbum, Born This Way, irrompe para depois descambar em acrobacias no banco do piano e sobre as teclas do mesmo - GaGa chega a conseguir ter uma das bota nas teclas e outra nas cordas da guitarra. É surreal.

So Happy I Could Die vem no momento certo; Monster deixa a Lady coberta de sangue; Teeth é de ficar com água na boca; mas ainda há mais! Como em qualquer concerto, o melhor ficou para o fim: Alejandro, Poker Face e Paparazzi são a loucura. Completamente GaGa! A minha religião é Portugal, diz ela às tantas. Isto depois de assegurar que detesta a verdade quase tanto quanto detesta o dinheiro. Ó, sim!

As cortinas fecham e as luzes e as câmaras são apontadas ao público. Ra ra ah ah ah, roma ro ma ma, gaga ooh la la toda a gente quer o Bad Romance da Lady, que põe assim um ponto final em alta no concerto. Paws up: A-DO-REI.

Lady GaGa leaves the building.

I am Moster.

SPECIAL THANKS TO: ALEX BRUNO SAULO LIP RICARDO XANA

Thursday, December 2, 2010

E Os Nomeados Para Os Grammys São...

Eminem foi o artista mais nomeado da noite, contabilizando um total de 10 nomeações para os prémios Grammy deste ano.

Segue-se Bruno Mars, com 7 nomeações, e Lady GaGa, com 6. Também Jay-Z e Lady Antebellum receberam 6 nomeações cada.

Entre outras, destacam-se as nomeações de Katy Perry para Album of the Year e Justin Bieber para Best New Artist.

Drake, Florence & The Machine, Rihanna, B.O.B., Alicia Keys e Cee-Lo Green também estão na lista.

Até Beyoncé, que não grava nada de novo há já algum tempo, conseguiu mais que uma nomeação!

Confere a lista completa (em baixo).

Song Of The Year
Ray Montagne- Beg Steal Or Borrow
Cee Lo Green- Forget You
Miranda Lambert- House That Built Me
Eminem Feat. Rihanna- Love The Way You Lie
Lady Antebellum- Need You Now

Best New Artist
Justin Bieber
Drake
Florence & The Machine
Mumford & Suns
Esperanza Spalding

Album Of The Year
Arcade Fire- Suburbs
Eminem- Recovery
Lady Antebellum- Need You Now
Lady GaGa- The Fame Monster
Katy Perry- Teenage Dream

Best Female Country Vocal Performance
Jewel- Satisfy Me
Miranda Lambert- House That Built Me
LeAnn Rimes- Swingin'
Carrie Underwood- Temporary Home
Gretchen Wilson- I'd Love..

Record of The Year
B.O.B. Feat Bruno Mars- Nothin' On You
Eminem Feat. Rihanna- Love The Way You Lie
Cee Lo Green- Forget You
Jay Z & Alicia Keys- Empire State Of Mind
Lady Antebellum- Need You Now

Best Female Pop Vocal Performance
KING OF ANYTHING - Sara Bareilles
HALO (LIVE) - Beyoncé
CHASING PIRATES - Norah Jones
BAD ROMANCE - Lady Gaga
TEENAGE DREAM - Katy Perry

Best Male Pop Vocal Performance
HAVEN'T MET YOU YET - Michael Bublé
THIS IS IT - Michael Jackson
WHATAYA WANT FROM ME - Adam Lambert
JUST THE WAY YOU ARE - Bruno Mars
HALF OF MY HEART - John Mayer

Best Pop Performance by a Duo or Group with Vocals
DON'T STOP BELIEVIN' (REGIONALS VERSION) - Glee Cast
MISERY - Maroon 5
THE ONLY EXCEPTION - Paramore
BABYFATHER - Sade
HEY, SOUL SISTER (LIVE) - Train

Best Pop Collaboration with Vocals
AIRPLANES, PART II - B.o.B, Eminem & Hayley Williams
IMAGINE - Herbie Hancock, Pink, India.Arie, Seal, Konono No 1, Jeff Beck & Oumou Sangare
IF IT WASN'T FOR BAD - Elton John & Leon Russell
TELEPHONE - Lady Gaga & Beyoncé
CALIFORNIA GURLS - Katy Perry & Snoop Dogg

Best Pop Instrumental Performance
FLOW - Laurie Anderson
NESSUN DORMA - Jeff Beck
NO MYSTERY - Stanley Clarke
ORCHESTRAL INTRO - Gorillaz
SLEEPWALK - The Brian Setzer Orchestra

Best Pop Vocal Album
MY WORLD 2.0 - Justin Bieber
I DREAMED A DREAM - Susan Boyle
THE FAME MONSTER - Lady Gaga
BATTLE STUDIES - John Mayer
TEENAGE DREAM - Katy Perry

Best Dance Recording
ROCKET - Goldfrapp
IN FOR THE KILL - La Roux
DANCE IN THE DARK - Lady Gaga
ONLY GIRL (IN THE WORLD) - Rihanna
DANCING ON MY OWN - Robyn

Best Electronic/Dance Album
THESE HOPEFUL MACHINES - BT
FURTHER - The Chemical Brothers
HEAD FIRST - Goldfrapp
BLACK LIGHT - Groove Armada
LA ROUX - La Roux

Best Traditional Pop Vocal Album
CRAZY LOVE - Michael Bublé
THE GREATEST LOVE SONGS OF ALL TIME - Barry Manilow
LET IT BE ME: MATHIS IN NASHVILLE - Johnny Mathis
FLY ME TO THE MOON…THE GREAT AMERICAN SONGBOOK: VOLUME V - Rod Stewart
LOVE IS THE ANSWER - Barbra Streisand

Best Solo Rock Vocal Performance
RUN BACK TO YOUR SIDE - Eric Clapton
CROSSROADS - John Mayer
HELTER SKELTER - Paul McCartney
SILVER RIDER - Robert Plant
ANGRY WORLD - Neil Young

Best Rock Performance by a Duo or Group with Vocals
READY TO START - Arcade Fire
I PUT A SPELL ON YOU - Jeff Beck & Joss Stone
TIGHTEN UP - The Black Keys
RADIOACTIVE - Kings Of Leon
RESISTANCE - Muse

Best Hard Rock Performance
A LOOKING IN VIEW - Alice In Chains
LET ME HEAR YOU SCREAM - Ozzy Osbourne
BLACK RAIN - Soundgarden
BETWEEN THE LINES - Stone Temple Pilots
NEW FANG - Them Crooked Vultures

Best Metal Performance
EL DORADO - Iron Maiden
LET THE GUILT GO - Korn
IN YOUR WORDS - Lamb Of God
SUDDEN DEATH - Megadeth
WORLD PAINTED BLOOD - Slayer

Best Rock Instrumental Performance
HAMMERHEAD - Jeff Beck
BLACK MUD - The Black Keys
DO THE MURRAY - Los Lobos
KUNDALINI BONFIRE - Dave Matthews & Tim Reynolds
THE DEATHLESS HORSIE - Dweezil Zappa

Best Rock Song
ANGRY WORLD - Neil Young, songwriter (Neil Young)
LITTLE LION MAN - Ted Dwane, Ben Lovett, Marcus Mumford & Country Winston, songwriters (Mumford & Sons)
RADIOACTIVE - Caleb Followill, Jared Followill, Matthew Followill & Nathan Followill, songwriters (Kings Of Leon)
RESISTANCE - Matthew Bellamy, songwriter (Muse)
TIGHTEN UP - Dan Auerbach & Patrick Carney, songwriters (The Black Keys)

Best Rock Album
EMOTION & COMMOTION - Jeff Beck
THE RESISTANCE - Muse
BACKSPACER - Pearl Jam
MOJO - Tom Petty And The Heartbreakers
LE NOISE - Neil Young

Best Alternative Music Album
THE SUBURBS - Arcade Fire
INFINITE ARMS - Band Of Horses
BROTHERS - The Black Keys
BROKEN BELLS - Broken Bells
CONTRA - Vampire Weekend

Best Female R&B Vocal Performance
GONE ALREADY - Faith Evans
BITTERSWEET - Fantasia
EVERYTHING TO ME - Monica
TIRED - Kelly Price
HOLDING YOU DOWN (GOING IN CIRCLES) - Jazmine Sullivan

Best Male R&B Vocal Performance
SECOND CHANCE - El DeBarge
FINDING MY WAY BACK - Jaheim
WHY WOULD YOU STAY - Kem
WE'RE STILL FRIENDS - (Kirk Whalum &) Musiq Soulchild
THERE GOES MY BABY - Usher

Best R&B Performance By A Duo Or Group With Vocals
LOVE - Chuck Brown, Jill Scott & Marcus Miller
TAKE MY TIME - Chris Brown & Tank
YOU'VE GOT A FRIEND - Ronald Isley & Aretha Franklin
SHINE - John Legend & The Roots
SOLDIER OF LOVE - Sade

Best Traditional R&B Vocal Performance
WHEN A WOMAN LOVES - R. Kelly
HANG ON IN THERE - John Legend & The Roots
YOU'RE SO AMAZING - Calvin Richardson
IN BETWEEN - Ryan Shaw
GO [LIVE] - Betty Wright

Best Urban/Alternative Performance
LITTLE ONE - Bilal
F*** YOU - Cee Lo Green
ORION - Carolyn Malachi
TIGHTROPE - Janelle Monáe & Big Boi
STILL - Eric Roberson

Best R&B Song
BITTERSWEET - Charles Harmon & Claude Kelly, songwriters (Fantasia)
FINDING MY WAY BACK - Ivan "Orthodox" Barias, Curt Chambers, Carvin "Ransum" Haggins, Jaheim Hoagland & Miquel Jontel, songwriters (Jaheim)
SECOND CHANCE - E. Debarge & Mischke, songwriters (El DeBarge)
SHINE - John Stephens, songwriter (John Legend & The Roots)
WHY WOULD YOU STAY - K. Owens, songwriter (Kem)

Best R&B Album
THE LOVE & WAR MASTERPEACE - Raheem DeVaughn
BACK TO ME - Fantasia
ANOTHER ROUND - Jaheim
WAKE UP! - John Legend & The Roots
STILL STANDING - Monica

Best Rap/Sung Collaboration
NOTHIN' ON YOU - B.o.B & Bruno Mars
DEUCES - Chris Brown, Tyga & Kevin McCall
LOVE THE WAY YOU LIE - Eminem & Rihanna
EMPIRE STATE OF MIND - Jay-Z & Alicia Keys
WAKE UP! EVERYBODY - John Legend, The Roots, Melanie Fiona & Common

Best Rap Song
EMPIRE STATE OF MIND - Shawn Carter, Angela Hunte, Burt Keyes, Alicia Keys, Jane't "Jnay" Sewell-Ulepic & Alexander Shuckburgh, songwriters (Sylvia Robinson, songwriter) (Jay-Z & Alicia Keys)
LOVE THE WAY YOU LIE - Alexander Grant, Holly Hafferman & Marshall Mathers, songwriters (Eminem & Rihanna)
NOT AFRAID - M. Burnett, J. Evans, Marshall Mathers, L. Resto & M. Samuels, songwriters (Eminem)
NOTHIN' ON YOU - Philip Lawrence, Ari Levine, Bruno Mars & Bobby Simmons Jr., songwriters (B.o.B & Bruno Mars)
ON TO THE NEXT ONE - Shawn Carter, J. Chaton & K. Dean, songwriters (G. Auge & X. De Rosnay, songwriters) (Jay-Z & Swizz Beatz)

Best Rap Album
THE ADVENTURES OF BOBBY RAY - B.o.B
THANK ME LATER - Drake
RECOVERY - Eminem
THE BLUEPRINT 3 - Jay-Z
HOW I GOT OVER - The Roots

Best Contemporary R&B Album
GRAFFITI - Chris Brown
UNTITLED - R. Kelly
TRANSITION - Ryan Leslie
THE ARCHANDROID - Janelle Monáe
RAYMOND V RAYMOND - Usher

Best Rap Solo Performance
OVER - Drake
NOT AFRAID - Eminem
HOW LOW - Ludacris
I'M BACK - T.I.
POWER - Kanye West

Best Rap Performance By A Duo Or Group
SHUTTERBUGG - Big Boi & Cutty
FANCY - Drake, T.I. & Swizz Beatz
ON TO THE NEXT ONE - Jay-Z & Swizz Beatz
MY CHICK BAD - Ludacris & Nicki Minaj
LOSE MY MIND - Young Jeezy & Plies

Best Female Country Vocal Performance
SATISFIED - Jewel
THE HOUSE THAT BUILT ME - Miranda Lambert
SWINGIN' - LeAnn Rimes
TEMPORARY HOME - Carrie Underwood
I'D LOVE TO BE YOUR LAST - Gretchen Wilson

Best Male Country Vocal Performance
MACON - Jamey Johnson
CRYIN' FOR ME (WAYMAN'S SONG) - Toby Keith
TURNING HOME - David Nail
'TIL SUMMER COMES AROUND - Keith Urban
GETTIN' YOU HOME - Chris Young

Best Country Performance By A Duo Or Group With Vocals
FREE - Zac Brown Band
ELIZABETH - Dailey & Vincent
NEED YOU NOW - Lady Antebellum
LITTLE WHITE CHURCH - Little Big Town
WHERE RAINBOWS NEVER DIE - The SteelDrivers

Best Country Collaboration With Vocals
BAD ANGEL - Dierks Bentley, Miranda Lambert & Jamey Johnson
PRIDE (IN THE NAME OF LOVE) - Dierks Bentley, Del McCoury & The Punch Brothers
AS SHE'S WALKING AWAY - Zac Brown Band & Alan Jackson
HILLBILLY BONE - Blake Shelton & Trace Adkins
I RUN TO YOU - Marty Stuart & Connie Smith

Best County Instrumental Performance
TATTOO OF A SMUDGE - Cherryholmes
MAGIC #9 - The Infamous Stringdusters
NEW CHANCE BLUES - Punch Brothers
WILLOW CREEK - Darrell Scott
HUMMINGBYRD - Marty Stuart

Nova Ke$ha!

Clica em cima para ver o vídeo de We R Who We R.

Got that glitter on my eyes - também quero!

P.S. Infelizmente para ela, Ke$ha foi esquecida pelos Grammys na noite passada. Nada, népia, nickles, nem uma nomeação!

Wednesday, December 1, 2010

New Christmas Coldplay Song!

Clica em cima para ver o videoclip do novo e acabado-de-sair single de Natal dos Coldplay, Christmas Lights.

Já falta pouco!

No More Monrose

Mais uma girlband que chega ao fim!

Triste mas verdade...

Clica em cima para ver o vídeo de Breathe In You, o single de despedida de Mandy, Bahar e Senna.

Minogue Canta Com Os Meninos Do Coro



Muito bom!

Kyile Minogue foi conhecer os meninos do coro PS22 e - com é óbvio - não resisitiu a cantar com eles!

Clica em cima para vê-los a cantar e encantar em Can't Get You Out Of My Head e Put Your Hands Up.

Sunday, November 28, 2010

Velocidade Viciante

Esta vai arrasar com as pistas de dança em Portugal!

Ouve (a música - em baixo) o que eu te digo!

É só Speed.

A filha bastarda da pop portuguesa tem - finalmente - um tema que faz jus a todo o seu talento e tudo e tudo e tudo!

FINALMENTE.

Clica em baixo para viajares na veloz e viciante voz de Vanessa e o novo single de Diego Miranda, Speed.

Perda De Tempo

Eu acho...

Mas se não acreditas, clica em cima para ver o vídeo de The Time (Dirty Bit), o primeiro single do novo álbum dos Black Eyed Peas.

Não gosto e ponto final, parágrafo.

BEP.

Wednesday, November 24, 2010

Nova Inundação!

Musical, claro!

Clica em cima para ver o vídeo do novo single de Cheryl Cole, The Flood.

Eu até gosto, mas...

A sonoridade é tão... anos 90?!

E não, não tem nada a ver com a inundação do novo single homónimo dos Take That.

Tuesday, November 23, 2010

Meu Emmy International

A TVI soma e segue!

A Televisão Independente recebeu, hoje, o primeiro Emmy por uma ficção nacional – o primeiro da televisão portuguesa.

A novela Meu Amor, escrita por António Barreira e produzida pela Plural Portugal, foi nomeada como Melhor Telenovela, e venceu às concorrentes Dahil May Isang, das Filipinas, e Ciega a Citas, da Argentina.

No ar durante mais de um ano, a novela tinha no elenco nomes como Alexandra Lencastre, Margarida Marinho, Paulo Pires, Rita Pereira e Nicolau Breyner.

Go, Portugal!

Estamos de parabéns!

Monday, November 22, 2010

Ladies And Gentilman, Welcome To The Moulin Rouge!

Vem ver o Moulin Rouge, com a lindíssima Liliana Almeida (em cima).

Sunday, November 21, 2010

Like U Like

Aggro Santos tem um novo single, com uma nova Kimberly.

Depois da ex-membro das Pussycat Dolls, é a ver de Kimberley Walsh das Girls Aloud brilhar ao lado do cantor que é meio-britâncio-meio-brasileiro.

Bonita!

Vê se gostas (em cima).

Brave

I Heart Kelis

Saturday, November 20, 2010

É Uma Loucura!

Shakira, Shakira!

Desculpa!

Estava esquecido da cantora colombiana conhecida pelas curvas, mas a sua chegada a terras lusas, para mais um concerto, é pretexto mais que suficiente para poder postar o videoclip de Loca ft. Dizzee Rascal.

Um pouco atrasado, mas muito louco mesmo!

Clica em cima para ver.

E o concerto é já amanhã, no Pavilhão Atlântico.

Novo David Fonseca!

Clica em cima para ver o vídeo do seu mais recente single, U Know Who I Am.

In And Out

Consciência Crítica
In and Out of Consciouness é o nono álbum de Robbie Williams, a alcançar o topo dos tops do Reino Unido.
Um duplo álbum que revisita toda a carreira do artista, desde o início dos anos 90, até hoje.
Mas será a quantidade proporcional à qualidade?

Ao longo destes anos, habituarmo-nos a vê-lo como uma marca da cultura pop eurpeia. Como se fosse patenteado, como se nos representasse e por isso mesmo, só aqui tivesse o seu sucesso merecido. Principalmente, Robbie (para seu grande orgulho) conseguiu fazer aquilo que sempre quis – demarcar-se do projecto que lhe deu glória a nível internacional: os Take That – a maior boys band de Inglaterra.

Durante a década de 90, Robbie Williams tornou-se a imagem clean do que deveriam ser os bad boys, evidentes nas suas múltiplas divergências com os antigos companheiros dos Take That, e com os irmãos dos Oasis, mencionando ainda as múltiplas interrogações que a sua sexualidade gerou e a grande derrapagem que o levou a mergulhar no consumo de drogas e álcool.

Mais do que isso, Robbie tornou-se o menino acarinhado por todos, o reflexo do que qualquer betinho se poderia tornar, caso os impulsos rebeldes não fossem devidamente controlados.

Se no início, o flop artístico era mais do que anunciado, com o álbum Life Thru a Lens (que estava em competição directa com Gary Barlow), só com o quarto single, Robbie viria a ser salvo do esquecimento e de uma carreira gloriosa, em que quase todos o vimos crescer.

Os primeiros singles e o próprio álbum não vendiam, enquanto Gary Barlow somava #1’s a solo e os media simplesmente ignoravam Robbie W. Tudo estava destinado a correr mal.

Contudo, tudo mudaria com Angels, o quarto single do álbum de 95; essa balada interminavelmente interpretada nos karaokes e nos X-Factor’s por todo o mundo. Angels tornou-se num grande sucesso, fazendo disparar o álbum nos charts e conquistando mais um hit para Robbie, com Let Me Entertain You.

A partir daí, a carreira de Robbie disparou, para se tornar no artista britânico que mais álbuns vendeu (cerca de 53 milhões), ocupando o lugar deixado por George Michael e fazendo com que Gary Barlow se tornasse numa piada.

Durante anos, Robbie Williams teve tudo sob controlo. Em 97 lança I've Been Expecting You, que é na minha opinião, o melhor álbum de Robbie. Aquele que contém a acidez necessária da pós-adolecência mal resolvida, expressa em temas como No Regrets ou Strong e ainda o smash hiper romântico She’s The One.

É outra das facilidades que Robbie conseguiu conquistar – ser romântico sem se tornar deliberadamente piegas.

O álbum alcançou por 10 vezes a platina em Inglaterra.

Seguiu-se Sing When You’re Winning, que contém alguns dos staples da carreira de Robbie Williams, como Rock DJ, Kids (o dueto com Kylie Minogue) e ainda Supreme.

Claro que esta colectânea que revisita toda a carreira de Williams, contém ainda os dois singles do álbum jazz (essa tentativa de se tornar mais credível), como o Nº1 com Nicole Kidman, Something Stupid.

Mas a sua carreira atingiu o auge com Escapology, álbum de 2002, que inclui o clássico Feel, que vendeu 7 milhões de discos na Europa e na América Latina.

Depois de Feel, Robbie Williams entrou na era de escrever e interpretar singles demasiado autobiográficos como Come Undone ou Tripping, já do álbum Intensitive Care.

Tornou-se mais adulto, perdeu a caracterização de miúdo rebelde e ficou um pouco mais parecido com qualquer artista. E isso nota-se ao longo deste duplo álbum, justamente a partir do momento em que passamos a faixa Feel.

Rudebox, álbum de 2007, foi uma tentativa desesperada de se colar a Usher ou Timberlake, que poderia ter corrido ainda pior. Foi o acordar de um artista que percebeu que se estava a tornar demasiado velho antes do tempo, mas nem a ajuda dos Pet Shop Boys evitaram que o álbum se tornasse num grande flop. E convenhamos, Rudebox é um tema péssimo, sem groove ou o cunho do artista. A ajudar à festa, o fracasso deste álbum coincidiu com o regresso em alta, dos Take That – o que ainda veio complicar ainda mais a vida a Robbie.

O único single, ao longo destes anos, com grande potencial, foi Bodies do seu último álbum Reality Killed the Video Star, com Robbie a tentar um regresso em forma, apesar de disfarçadamente ter sido mal conseguido, já que Bodies foi a única música do álbum a causar impacto e mesmo assim, não muito.

Nesta colectânea, há ainda um último pulsar do artista que depois de muitos anos de controvérsia, faz as pazes com o seu arqui-inimigo Gary Barlow e o convida para um dueto em Shame, a anunciar o regresso à boys band.

Shame é um tema fraquíssimo para um encontro que criou tanta expectativa, e isso reflectiu-se nos charts.

In and Out of Consciousness: Greatest Hits 1990–2010 é um álbum para recordar um dos ícones dos últimos 20-anos. Há ainda algumas relíquias, como temas ao vivo, para nunca esquecermos que Robbie Williams é essencialmente um artista de grandes palcos, onde os seus temas podem ser exponencialmente interpretados.

Mas há aqui muita coisa que não faria falta nenhuma e essa é uma verdade. Sexed Up, Sin Sin Sin ou o péssimo cover de George Michael, Freedom, são alguns dos exemplos.

De qualquer das formas, deverá funcionar sempre bem como prenda de Natal a algum parente distante, mas nunca mais do que isso.

É um celebrar de uma carreira com 20-anos, que parece terminar, como se iniciou: Robbie Williams está de volta aos Take That e em grande forma. The Flood, o primeiro single de Progress, é tudo aquilo que Robbie nunca poderia ter feito, sem a ajuda de Gary, Mark, Jason e Howard.

Wednesday, November 17, 2010

Fuerte, Nelly!


Como é que eu ainda não sabia disto?!

Nelly Furtado fez uma versão inglesa da faixa Fuerte - incluído no seu último álbum, Mi Plan. Há videoclip e tudo!

A-DO-REI.

E ela arrasa!

Clica em cima para ver.

Tuesday, November 16, 2010

Midnight Beat W/ Attitude

Já viste a capa da Attitude de Dezembro?

A revista colocou alguns dos principais actores, daqueles vídeos guardados nas sub-sub-pastas do Disco C, numa campanho-tipo da Adidas.

O resultado está à vista (em cima)!

B Home For Xmas

O tão agardado I Am... World Tour DVD de Beyoncé está quase, quase a chegar!

Mal posso esperar!

Até lá, fica com a performance de Diva (em baixo).

É, ela é MESMO uma Diva!

E e quero muito este DVD!

Com Comichão?!

O pretexto não podia ser melhor!

Directamente da terra dos sonhos, as BeachGirl5 entram em cena com o objectivo de preencher o espaço deixado pelas Danity Kane e as Pussycat Dolls.

Scratch é o primeiro single deste novo grupo de gajas que promete coçar as costas a quem coçar as delas.

Eis o meu contributo (em cima).

Agora cocem.

Take That Take The Tops

Robbie Williams está de volta aos Take That e a agitar as tabelas de vendas do Reino Unido e do mundo!

Isto sem falar do Greatest Hits que ele lançou recentemente!

Progress, o novo trabalho da boyband britânica, foi editado ontem e é já o álbum mais-rapidamente vendido DO SÉCULO em Inglaterra, com mais de 235.000 cópias vendidas em apenas um dia!

Toma, toma!

Nas palavras do OCC managing director Martin Talbot:

É um acontecimento fenomenal de uma banda fenomenal.
Sem dúvida!

E isto só vem provar o quanto todos queriam estes tipos todos juntos de novo - com Robbie e tudo!

Saturday, November 13, 2010

Check It Out

O hit de Will.i.am e Nicki Minaj, agora também com a uma e única Cheryl Cole.

E assim, Will.i.am realiza o sonho de ter Miz Minaj e Cole num só vídeo – e que sonho!

Oh-a oh

Check It Out (em cima).

Rihanna!

Clica em cima para ver o vídeo do seu mais recente single, What's My Name? ft. Drake.

Oh na na... ela está tão linda!

Friday, November 12, 2010

Just Girls Dizem Bye Bye

Acabou-se a diversão!

Após três anos e outros tantos álbuns, a primeira e única girlband dos Morangos com Açúcar lança a sua primeira complicação, intitulada Bye Bye - O Melhor das Just Girls.

Pelo nome, já deu para perceber que as Just vão pôr um ponto final nas Girls, à semelhança do que aconteceu anteriormente com os D'ZRt e 4Taste, também saídos da Strawberry Star Factory.

O álbum réune os 15 maiores êxitos da banda + 2 novos temas, e ainda um DVD com todos os videoclips e as melhores actuações das JG.

Bye Bye - O Melhor das Just Girls é editado a 13 de Novembro.

Tuesday, November 9, 2010

Ele Vem Aí...

E acho que ele devia pensar seriamente em seguir a dieta dela!

Clica em cima para ver Miz Mariah Carey mais magra do que nunca no vídeo do seu novo e simplesmente espetacular single de Natal, Oh, Santa!

Oh oh oh...

A-DO-REI.

Sunday, November 7, 2010

Completamente Rendido!

Adaptar um tema para português é sempre um risco. Especialmente, se esse tema for o clássico I'd Rather Go Blind , imortalizado pela voz de Etta James.

Kátia Moreira correu esse rico e... ainda bem! O resultado ficou tão bom que não resisiti em partilhar.

Ela canta e encanta-me!

Clica em baixo para ouvir Não Me Rendo, na voz de Kátia.

Insatiable

Depois de Cheryl Cole, chegou a vez de Nadine Coyle mostrar o que vale!

Mas...

Infelizmente, o seu single de estreia a solo não satizfaz as expectavias e o videoclip idem. Enfim. Uma desilusão.

Clica em cima para ver.

Saturday, November 6, 2010

Quanto Mais Me Bates, Mais Eu Gosto De Ti Part II



Clica em cima para ouvir a segunda parte do sucesso de Rihanna e Eminem, Love The Way You Lie.

Muito melhor que a primeira, mas muito melhor mesmo!

Não achas?

Strip Me

Não sei o que aconteceu com Daniel Bedingfield, mas com uma irmã destas não deve ser fácil manteres-te no centro das atenções por muito tempo!

Não é, Natasha?

De These Words até hoje, single após single, Natasha Bedingfield tem-me conquistado aos poucos... aliás, minto. Bastou ouvir uma vez aquele refrão, que repete vezes sem conta I love you, para eu me apaixonar por ela.

Por esta altura, a paixão já é amor, e Strip Me, que eu amo de paixão, o single que se segue.

A-DO-REI.

O videoclip (em cima) também.

Raise Your Glass



Adoro a nova música e o vídeo de P!nk.

Thumbs-up para a mensagem anti-touradas, sem esquecer a cena do leite, que está simplesmente brilhante!

E tudo isto à distância de um clique (em cima).

Tchin-tchin!

Wednesday, November 3, 2010

Flamingo

By Flowers


As palavras e a forma como as perspectivamos, são um dos processos artísticos mais interessantes de se admirar.

É na comunicação e na desconstrução semiótica da mesma, que muitas vezes encontramos a criação mais pura, o artista mais concludente, a identificação mais directa.

O universo Americano Musical está repleto de wannabees, bandas formadas em clubes, sem identidade, sem cheiro próprio, sem alguém que consiga personificá-las e torná-las um pouco mais eternas.

Os The Killers surgiram nessa corrente contra-rock pós-adolescente, mas podiam ter morrido ali mesmo, com aquele refrão I heard that you had a boyfriend who use to be a girlfirend. Mas singles como Smile Like Your Mean It ou All These Things I’ve Done vieram avisar o que hoje já é uma confirmação: os The Killers são uma das maiores bandas, à escala mundial, da nossa década.

Sam’s Town foi a confirmação cheia de riffs. O álbum a fazer lembrar os grandes épicos do rock, como Bruce Springsteen, e a deixar patente na história da música esse clássico (sobre o que é estar verdadeiramente apaixonado), como é Read My Mind.

Mais do que os Green Day, os The Killers souberam sempre actualizar-se, acompanhar tendências, evoluir sob o seu próprio conceito e foi sempre o vocalista, Brandon Flowers, que sempre representou essa imagem de marca.

Essa mente visionária, essa energia que é passada ao vivo, a confusão de metáforas pelas quais nos vamos apercebendo à medida que interpretamos as letras, a essência da matéria que escorre por entre as mesmas. Essa perfeição que é podermos descobrir a nossa realidade numa frase perdida, numa canção qualquer.

Já se tinha percebido que Flowers queria perseguir um caminho mais pop e não tão masculino como o álbum Day & Age, um verdadeiro êxito de vendas, nos tinha mostrado.

Por isso e para poder extravasar a sua personalidade, sem por em causa aquilo que os The Killers são, decidiu escrever Flamingo, o seu primeiro álbum a solo.

Primeiro estranha-se, depois cola-se, degusta-se, apaixona-se. Como se aquelas palavras fossem só nossas, só a nós pertencessem, por direito e as batidas nos completassem.

Flowers tem essa virtude e ele sabe.

Como se já o conhecêssemos e pudéssemos partilhar com ele os pecados mais íntimos, os desejos mais recônditos.

Para fazer este álbum, Brandon foi buscar Stuart Price, que já tinha trabalhado em Day & Age (produziu o single Human) e mais recentemente responsável pelo último trabalho de Kylie Minogue, entre outros.

E se para Flowers, foi estranho trabalhar sozinho em estúdio; para nós, também é estranho ouvi-lo sem companhia.

Os temas, não têm aquele empowerment que qualquer tema dos The Killers possui e nos apetece correr durante meia-hora a suar em bica.

Mas sentimo-nos muito mais próximos do artista, as letras são mais sinceras, mais escorreitas, como se Flowers finalmente dissesse tudo o que sempre quis dizer, mesmo que isso signifique ser um pouco romântico. Mesmo que o álbum queira representar aquilo que se sente, quando se vive em Las Vegas.

Crossfire, o primeiro single, é das melhores músicas que correm em algumas playlists nacionais e frases como And our dreams will break the boundaries of our fears, certamente merecem ser ouvidas.

O segundo single a ser lançado em Dezembro, Only The Young, mais comercial, com Flowers sempre a relembrar-nos o poder que a idade tem e como o tempo pode acabar com ela. Com uma batida genial, uma construção métrica perfeita e nós a sonharmos. Novamente.

O dueto Hard Enough com Jenny Lewis dos Rilo Kiley, é outra das preciosidades. E a forma haromoniosa como a voz de Jenny foi aqui colocada, é sublime.

Temos ainda as músicas mais rock & roll como Sallow It (genial, com uma vibe que nos faz vibrar) ou Was It Something ISaid?.

Mas é nos momentos mais calmos que Flowers surpreende.

Primeiro em Playing With Fire, um épico à espera de ser encontrado e depois On the Floor.

Aquilo que mais sentimos ao ouvir este disco, principalmente se formos fãs dos The Killers, é que parece que Flowers gravou o disco especialmente para nós, como se soubéssemos o que pensa ou o quer ver reflectido. E é de facto de grande relevância podermos apaixonarmo-nos completa e profundamente e entrar no mundo de um artista que tem tanto, tanto para ser explorado.

I’ve got this burning belief in salvation and love...

Tuesday, November 2, 2010

She's Back: Dorothy Of Oz!



Que maravilha!
Olha-me só para estas imagens do novo filme sobre Oz.
Para quem não esteja por dentro do assunto, Dorothy of Oz é um filme de animação musical, que conta com as vozes de 
muita gente Lea MicheleHugh DancyJames Belushi, Kelsey Grammer, Patrick Stewar, Oliver Platt e Martin Short.
Embora tenha estado um pouco reticente em relação ao projecto, não posso dizer que não esteja maravilhado com estas primeiras imagens!
Espero que o trailer me deixe ainda mais expectante!

Quem está comigo?

Monday, November 1, 2010

Rihanna No X Factor

Clica em cima para ver a performance ao VIVO e a cores de Only Girl.

A-DO-REI.

Sunday, October 31, 2010

This Vox Is Not Bono

Se dúvidas houvesse, este poste acabaria com todas.

E não tem nada a ver com a campanha que faz com a esposa para a Louis Vuitton.

Os U2 estiveram em Portugal para dois concertos em Coimbra, nos dias 2 e 3 de Outubro. Os bilhetes para assistir os espectáculos esgotaram em poucas horas e o Estádio da Cidade foi preenchido a 360°.

Mas a notícia aqui é outra!

O grupo irlandês ficou hospedado no Hotel Infante Sagres, no Porto, na mesma noite que Susana Vieira e eu.

Nunca fui grande fã dos U2, muito menos de Bono Vox. Mas já que ali estava, abri a janela do quarto para assistir à sua chegada ao hotel. Na rua, à chuva, um mar de gente aguardava a chegada de Bono Vox e companhia. Parecia a visita do Papa. Ouvi muitos gritos mas não vi nada e fui dormir.

Na manhã seguinte, há hora do pequeno-almoço, três dos quatro – cujo nome desconheço – desceram para tomar primeira refeição do dia. Bono não.

Bono Vox, conhecido por ser um activista na luta pelos direitos humanos, é, na realidade, uma farsa. Pessoalmente, nunca acreditei naquele seu discurso politicamente correcto e sempre achei aquelas suas canções, com letras sobre problemas políticos sociais e religiosos, um tanto ou quanto forçadas. Que implicância a minha! Às vezes não se gosta e pronto mas eu sentia que desta vez não era só isso…

E não era! Naquele inicio de tarde de domingo (dia 3), Bono Vox deixou o Hotel. Até aí, tudo bem. Afinal, o check-out é feito por volta dessa hora e o senhor não tinha vindo para ficar. O problema é quando uma pessoa tão dedicada aos outros se esquece que tem outras à sua espera; o problema é quando essas outras pessoas são duas crianças doentes; o problema é quando uma pessoa tão dedicada aos outros se esquece que tem duas crianças doentes à sua espera e se vai embora, sem dizer nada.

Foi isso que Bono Vox fez.

Sim, o mesmo Bono Vox que já foi nomeado para Prémio Nobel da Paz. O mesmo Bono Vox que foi condecorado pela Rainha Isabel II de Inglaterra. O mesmo Bono Vox que foi considerado Personalidade do Ano, pela revista Time. Esse mesmo. Ainda se ele não tivesse uma imensa comitiva atrás, para o lembrar destas coisas…

Por outro lado, Susana Vieira, conhecida por ser um Diva de pedestal alto, quando soube que o cantor tinha simplesmente ido embora, não hesitou em ir falar com as crianças. Sem maquilhagem, Susana deparou-se com jornalistas, fotógrafos e os directores do Hospital de S. João do Porto. Tudo bem, o importante ali eram as crianças. Na realidade, aquelas pessoas todas aguardavam Bono, que se tinha comprometido a apadrinhar o projecto pediátrico do hospital, o Joãozinho, que visa ajudar a crianças desfavorecidas dos PALOP. Escusado será dizer que Susana abraçou a causa, as crianças e até a própria mascote.

Quanto a Bono Vox, coube ao seu porta-voz inventar uma desculpa qualquer para dar à jornalista, justificando a sua ausência.

Eu é que não sou parvo!

Neste momento, não me resta qualquer dúvida sobre a eficácia da máquina que move a carreira do cantor e da banda. Por favor, não me venham com mais histórias sobre o seu trabalho de caridade em África e no mundo ou falar-me da sua bondade infinita. Faz como os U2 e não olhes só em frente, há 360° à nossa volta.

Nova Nelly Furtado!

‎'Cause we are free free...

Clica em cima para ver o novo vídeo de Night Is Young, o single de apresentação do primeiro Greatest Hits da cantora luso-canadiana.

Saturday, October 30, 2010

Susana Sem Z

BEAT BEAT

I’m back!

Outubro passou a correr. O beat foi off e eu andei numa correria non-stop. Senti-me uma Andreia Martins, Luís Miguel ou Filipe Gonçalves que deixam de escrever sem avisar. Mas este não é o mês da morte de Ricardo Reis.

AND tHE BEAt MUSt GO ON…

A sugestão do escritor Aguinaldo Silva, a SIC convidou Susana Vieira para uma participação especial na novela Laços de Sangue. A correria começou com a chegada da diva brasileira a Portugal.

Do cabeleireiro às gravações exteriores, acompanhei a actriz e o namorado para todo o lado, de um lado para o outro, na qualidade de assessor de imprensa da TV Globo Portugal. E assim começa a minha história com Susana sem Z.

Ser assessor de imprensa personal assistant não é fácil – ora, tenta lá encontrar uma sandes de presunto e queijo suíço, na zona do Chiado, depois das 19h00 – mas adorei a experiência – e não há palavras que descrevam o momento em que a vi, com estes dois olhos que a terra há-de comer, mergulhar na fonte do Rossio, às 02h00 da manhã. Bravo! Susana Vieira é assim: uma Diva, com todas as letras.


Vejam Susana Vieira, a Diva que personifica Lara [Romero], entrar na fonte e homenagear uma terceira Diva, Anita Ekbert, na famosa sequência da Fontana de Trevi em 'A Doce Vida'. A temperatura da água estava a doze graus, mas foi só Susana entrar e subiu imediatamente para quarenta... E já estava fervendo quando ela saiu... Pois Diva é assim, por onde uma delas passa tudo pega fogo!

in Blog do Aguinaldo Silva

Sexta, sábado e domingo; acompanhei-os num fim-de-semana romântico, com passagem por Óbidos, Tomar e Porto. Já passavam das 15h00 de sexta-feira (1 de Outubro) quando dois Mercedes Benz arrancaram do Hotel Tivoli, em Lisboa, rumo à pequena vila medieval de Óbidos. Sem nunca largarem a mão um do outro, Susana e Sandro percorreram as ruas da vila até ao castelo, sempre comigo e os paparazzi atrás.

Seguimos para Tomar. A chegada foi regada com um bom vinho e uma refeição no restaurante Chico Elias, um dos mais famosos daquela cidade e do País. Depois de uma noite de repouso no Hotel dos Templários, seguiu-se a visita ao Castelo de Tomar e Convento de Cristo, onde tivemos a rara oportunidade de vislumbrar o topo da Charola, Património Mundial da UNESCO.

Ainda durante a tarde de sábado (dia 2), seguimos para a Invicta. No Porto, ficamos no Hotel Infante Sagres, onde ficaram também hospedados os U2, que horas antes tinham dado o primeiro de dois concertos em Coimbra. Para o jantar fomos até à foz, onde nos decidimos pelo restaurante Terra. Cinco estrelas – e o hotel também!

Com a noite chegou a chuva e o descanso merecido. Eu sei o que estão a pensar: mas ele está cansado de fazer o quê? Pois é. Hotéis, restaurantes, passeios… é tudo muito bonito, mas para que as coisas aconteçam é preciso que alguém as faça acontecer!

Domingo (dia 3), depois de um late breakfast, Susana Vieira mostrou o coração ao abrir os braços para abraçar o projecto de solidariedade do Hospital S. João do Porto e a sua mascote, o Joãozinho.

Ainda antes do regresso a Lisboa, Susana deixou-se fotografar junto à zona ribeirinha do Porto. Strike a pose.

Podia, mas a história não acaba aqui. Segunda-feira (dia 4), foi dia de gravações no Penha Longa Hotel, em Sinta. Era o primeiro dia de gravações de Sandro, a sua estreia em novelas e televisão. A imprensa aderiu em peso: Marias, Anas e Marianas, estavam lá todas. As equipas de reportagem dos programas de entretenimento da SIC também. Almocei às 14h00, no bar da piscina do hotel. Bacon & eggs e um pão de queijo que não me sai da cabeça…

Eram 17h00 quando o último jornalista abandonou o local do crime. Estava morto. A SP tinha marcado um spa para a Susana e vim para casa… Susana e Sandro só foram embora na quinta-feira (dia 7) de manhã, mas a partir de terça-feira (5 de Outubro) foi a minha boss que passou a tratar da agenda da Diva.

Na terça-feira, fui tomar café com alguém que me deixou horas à espera e agora me ignora. Tudo bem. Enquanto esperei, ajudei uma senhora que desmaiou na Rua Garrett, em Lisboa. À noite, atravessei a 25 de Abril com o John e a Mary, para um jantar na nova casa da B. Que saudades que eu tinha de comer mud cake!

Entre relatórios e reuniões, o resto da semana passou num abrir e fechar de olhos. Aliás, Outubro passou tão depressa que nem dei por ele. Semanas preenchidas e fins-de-semana ainda mais; nunca a minha agenda esteve tão cheia! Mais isso é conversa para outros posts…

Voltando atrás, Susana Vieira vai lançar um disco com músicas que marcaram os seus 50 anos de carreira. A História de Lily Braun, tema principal da mini-série Cinquentinha, é uma delas. Durante o fim-de-semana que passei com ela, Susana deu-me a ouvir em primeira mão a sua versão e confesso que fiquei surpreso com o resultado.

Infelizmente, não fiquei com uma cópia para poder partilhar aqui mas não resisti em colocar a versão de Maria Gadú. Adoro.

Friday, October 29, 2010

Katy Perry Goes Boom Boom Boom!

Porque todos temos o brilho que é preciso...

Clica em cima para ver o videoclip de Firework, o novo single de Katy Perry.

Tuesday, October 19, 2010

Willow Will Make You Go WOW

WOW.

ISTO sim é um vídeo a cores!

Clica em cima para ver viciante videoclip de Whip My Hair, o single estreia da pequena-grande Willow Smith .

Canta, dança e... ARRASA.

É inacreditável como alguém com apenas 9-anos de idade consegue fazer tudo ISTO melhor que muita gente com o dobro triplo da idade!

Fiquei fã.

Wednesday, October 13, 2010

Only Girl

Acabadinho de sair!

O vídeo do novo single de RiRi (em cima)!

Na na na na...

Não era bem isto que estava à espera, mas ela É realmente única e...

Eu adoro-adoro-adoro-a!

Thursday, September 30, 2010

Sunday, September 26, 2010

The Curious World Of Nicki Minaj

Hair Flick

Aprenda com Daniela Ruah como se faz (em cima).

Tell Us How To Get To Sesame Shore!


Bitches, bitches! Please, you have to learn to share! Ha.

Muito bom!

Ainda bem que Jimmy Kimmel ama a loucura que é The Jersey Shore. Afinal, é graças a ele que temos este tesourinho - The Sesame Shore!

Com… Snooki Monster!

Hi-hi-hilariante!

Clica em cima para te mijares a rir!

A Arte Do Aceno By Cheno

Agora, sim!

Kristin Chenoweth esteve no The Wendy Williams Show desta semana, onde deu umas dicas de etiqueta fundamentais - sobre como acenar correctamente!

Qual Paula Bobone...

Sem brincadeiras! Não há, no mundo, ninguém melhor para te ensinar a arte do aceno!

Clic-clic-clica em cima para ver e aprender com a mestra!

Mariah Canta E Encanta O Natal!

Ho Ho Ho! Já ninguém acredita no Pai Natal e muito menos nesta capa!

Mas nem tudo é mau!

Mariah Carey prepara-se para presentear-nos com o seu segundo álbum natalício, Merry Christmas II You. O primeiro single chama-se Oh, Santa e tem data de estreia marcada para segunda-feira, 11 de Outubro!

Daqui a duas semanas, portanto.

No dia seguinte o tema estará disponível para download no iTunes!

Um mimoo! Afinal, não há quem cante as canções desta quadra como a nossa Mimi!

Não achas?

Saturday, September 25, 2010

Tattoos À La Beyoncé Na Deréon

Depois de aparecer toda tatuada nos novos anúncios, Beyoncé prepara-se para lançar a sua própria linha de tatuagens temporárias!

A sua marca de roupa Deréon aliou-se à Temptu para criar o design destas tattoos que incluem a fleur-de-deréon, correntes e parafusos de roqueria, jóias-bugiganga e aranhas.

As colecções de edição limitada serão vendidas em kits standard e de luxo na Sephora a partir do dia 1 de Novembro, mas se estás a morrer de vontade de as ter e com medo que não sobrem para ti o melhor é fazer já a tua reserva aqui.

Tenho a sensação que isto vai ser um sucesso!

E tu, não vais querer comprar as tatuagens de Beyoncé?!

Flopstars

Eu bem que avisei...

Clica em cima para ver o videoclip oficial para single Popstars das Just Girls.

Thursday, September 23, 2010

Katy Perry Na Rua Sésamo

Vê a versão adaptada de Hot 'n' Cold - com Elmo - em cima!

Tuesday, September 21, 2010

De Corpo & Alma

Cazanova e Andrea e tudo e tudo e tudo!!!

Tipo, Achas Que Sabes Dançar?

Clica em cima para ver o vídeo de My Body & Soul, o mais recente sucesso das pistas de dança, assinado por Pedro Cazanova e a minha mais que tudo cor-de-rosa – desta vez aos caracóis!

The 80's are back!

Monday, September 20, 2010

Show And Tell

Shontelle.

Impossível não gostar!

Lançado em Fevereiro deste ano, Impossible, o single da cantora-compositora, conterrânea de Rihanna, só chegou à Billboard Hot 100 em Maio, e agora ao AtBGO.

Mais vale tarde que nunca... clica em cima!

Tinha MESMO de partilhar!

Sunday, September 19, 2010

Nova Promessa!

Perfeição Pop!

Clica em cima para ver o vídeo do novo single de Cheryl Cole, Promise This.

Muito Madonna-inspirado! Uma espécie de Express Yourself meets Hollywood.

AMO-AMO-AMO-A.

Saturday, September 18, 2010

The Saturdays Go Higher

Afinal, ainda é sábado!

As meninas de sábado e sempre acabam de lançar o vídeo do seu novo single, Higher. Será que é desta que elas chegam ao topo do top?

Se faz favor!

I heart The Saturdays.

Clica em cima para ver.

Cristiano Exibe As Suas Armani Jeans

E não só!

Clica em cima para um minuto e meio de Cristiano Ronaldo sem camisola, no novo vídeo da Armani.

Ela devia era ter-lhe escondido as cuecas!

Rihanna Drops New Song And Music Video!

Não sei o quê nem porquê mas...

A-DO-REI.

Ainda agora anunciou Only Girl como single, mas JÁ há uma outra nova música dela na rede, com videoclip a acompanhar.

Publicidade???

Embora a voz de RiRi esteja em autotune do princípio ao fim, a música é super duper e o vídeo um arco-íris vivo e cheio de cor!

Vê/Ouve Who's That Chick (em cima).

Thursday, September 16, 2010

Rapunzel, Rapunzel...

Isto é muito bom!

Clica em cima para ver o hi-hi-hilariante trailer de Tangled, a versão moderna da Disney de Rapunzel e o seu Príncipe.

Os Carreira Cantam E Encantam

Foi bonito!

Tony Carreira juntou-se aos seus filhos Mickael e David, para uma performance inédita do seu Sonhos de Menino (em cima).

A TVI soma e segue.

Just Girls Dão Uma, Duas, Três, Quatro Das Doce

Oops!

Ontem à noite, na Gala Somos Porutgal, as Just Girls juntaram-se a outros nomes da casa, para interpretar um medley das melhores músicas dos anos 80.

O Bem Bom das Doce calhou às Just Girls, que na sua versão adiaram o relógio das três para as quatro da manhã.

Bem mau!

E quando chegaram as nove, tiveram de voltar para as oito!

Não admira que Dora se tenha escondido atrás dos Óculos de Sol, ou que FF soltasse aquele Vocês sabem lá...

Clica em cima para ver.

Prometo Que Vais Gostar!

Alouette uette uette Alouette uette uette Alouette uette uette...

Adoro Adoro Adoro!!!

Depois do sucesso estrondoso do seu primeiro trabalho, e antes de se regressar para as suas Girls Aloud, Cheryl Cole vai lançar mais um álbum em nome próprio, na esperança de o levar tão ou mais longe que o seu antecessor.

Promise This é o single de avanço do sucessor de Three Words (2009), intitualdo Messy Little Raindrops, que foi hoje para as rádios do Reino Unido.

Adoro! Além do beat up-tempo do tema (em baixo), o hook da letra é inspirado numa popular canção infantil canadiana que eu cantava quando eu era pequenino.

Já disse que adoro?!

Clica em baixo para ouvir.

Wednesday, September 15, 2010

Rose Colored Glasses

La Vie En Rose.

PODEROSA!

Clica em cima para ver o videoclip acabado-de-sair do novo single de Kelly Rowland.